Crítica - Assassin's Creed: O filme - Um Salto de Fé sem muita fé


Não sou nenhum cinéfilo ou alguém com um vasto conhecimento desta arte, mas reconheço que cinema e games são algo totalmente distintos e as pessoas, tanto as que fazem como as que assistem, tem de ter ao menos esta noção.

Digo isto, pois o verdadeiro desafio de se adaptar algum jogo para o cinema esta em trazer as muitas horas de gameplay para a apenas duas de telona. A história de um game, principalmente os de mundo aberto, se desenvolvem conforme progredimos, seja descobrindo locais novos ou encontrando documentos que explicam algum fato, e isto pode durar trinta, quarenta, cinquenta horas ou mais, e até se expandir a sequências, como é o caso de God of War, Gears of War, Uncharted e Assassin's Creed.

Entendam que não estou defendendo filmes como Resident Evil ou Street Fighter, estes só podem ter sido criados como ofensas aos jogadores, estou defendendo filmes como Sillent Hill que podem até ter tido problemas de adaptações mas conseguiram trazer a mesma imersão dos games. E este problema também assombrou o filme de Assassin's Creed.


Como adaptar uma história tão rica, de 8 jogos e 6 livros (fora as HQ's), em um único filme? Logicamente não há como, então pensaram em fazer uma história original, e que contou com ótimas cenas de lutas, principalmente nas que remetem a Aguilar, ancestral do protagonista Callum Lynch (ambos Michael Fassbender), pois podemos ver os assassinos andando por cima de construções, se equilibrando em cordas, utilizando do parkour e da principal arma da série, a Lâmina Oculta, todas envolvidas por uma trilha sonora de deixar qualquer um apreensivo, e de uma Espanha do séc. XV muito bem retratada com diálogos em espanhol e de figurinos que reforçaram a caracterização da época. Só não esperem ver sangue pois cortaram estas imagens para que o filme tivesse uma classificação baixa.
  
Pena que foram poucas (acho que 4), nas demais tentam resolver os questionamentos de Callum quanto a maçã do Eden (outra referência ao jogo), mas que não é suficiente para que consigamos nos importar com ele. Entendam que isto não é culpa do ator, que por sinal atuou de maneira satisfatória, mas sim de um roteiro limitado, que colocou-o em um personagem com características já batidas (raivoso e perturbado), certamente se Michael não estivesse no filme o personagem seria mais bem esquecido pelo público. E esta limitação também afetaram outros atores como Brendan Gleeson (Spoiler) e Michael K. Williams (Moussa), ambos com pouco tempo em tela, e do próprio personagem Aguilar que deve ter dito umas cinco frases no máximo. Diferente do que acontece com o Altair que conseguiu cativar o gamers com sua filosofia e senso de justiça.

Outro ponto esta na história em geral. O filme passa a sensação de que AC é apenas uma história de uma organização com pretensões de dominar o mundo (templários) e uma menor (assassinos) tentando impedir, o que não esta errado mas sabemos que é bem mais profundo que isto.

E até tentaram mostrar esta profundidade, mas é muito pouco tempo de tela para que fosse devidamente aprofundado, até colocaram menções da Bíblia, Adão e Eva, e  do Salto de Fé, onde o assassino pula de lugares muito altos sem saber onde irá cair apenas por fé, que por sinal não culpo o diretor por não conseguir passar o impacto que aquele salto representa a série, já que no próprio game já é uma coisa meio bizarra, cair em um monte de feno e sair ileso nos games é aceitável e divertido, mas o recriar igualmente no cinema será que passaria a mesma sensação? Ou seria taxado como "mentiroso"? Mas concordo que ao mesmo tempo faltou ousadia, a mesma ousadia que o fez modificar o Animus para um braço robótico em vez de um simples capacete, deu uma graça a imersão, mesmo que não sirva para nada o protagonista ficar fazendo os mesmos movimentos que acontecem em seus "sonhos". 

Em suma, AC é um filme que consegue prender o telespectador, principalmente nas cenas de Aguilar onde temos uma ótima ambientação com combates épicos, mas que peca em não conseguir passar toda a profundidade da história dos games e de colocar personagens mal elaborados por conta do pouco tempo de tela. Talvez uma hora a mais de filme resolvesse...  
 
PS: Espero ver algum dia a trilogia de Ezio Auditore nas telonas!!

Notas

Direção: 7,5/10

Roteiro: 6,5/10
Ambientação: 9,0/10

Trilha Sonora: 9,0/10

Entretenimento: 8,5/10


Resultado: 8,1/10

Curiosidades:
Em resposta do por que de terem começado a história do zero, a Pat Crowley, da equipe de criação, disse que "Essencialmente, fizemos tudo sozinhos porque queríamos ter um guia original," "É um filme que é baseado no jogo, mas não é um filme que é o jogo". O realizador Justin Kurzel também menciona que os jogos já tem muita bagagem e eles queriam oferecer algo novo.

"Foi tudo acerca de injetar uma nova personagem, que pode ter algum tipo de relação com o jogo, talvez no futuro. Foi, grosso modo, uma tentativa de encontrar uma personagem fresca. É também uma história de origem. É acerca de um homem que não percebe que é atualmente um Assassino e descobre isso, para além de descobrir habilidades e uma identidade, que faz parte de uma tribo. Esse tornou-se o foco real onde nos concentramos. Precisávamos, especialmente nos dias de hoje, de uma personagem que nos permitisse fazer isso mesmo."


Mas Crowley afirmou que não iriam fugir das regras já criadas pela Ubsoft:

"[O filme] existe dentro das regras e do mundo criado pela Ubisoft, onde Assassin's Creed pode decorrer. Nós apenas pegamos nisso e criamos uma nova [história] que respeita as regras, onde um gamer pode chegar e dizer 'Eu conheço este mundo'."
*****


Deixe seu comentário e não esqueça de curtir o OWL no Facebook e de nos seguir no Twitter

Shingeki no Kyojin - Ataque de Titãs : Confira o primeiro trailer da segunda temporada!



Há alguns dias atrás foi divulgado o primeiro trailer da segunda temporada de Ataque de Titãs (Shingeki no Kyojin) .
O novo ano da série anime está agendada para estrear em abril nas TVs do Japão.


Re:Creators - Divulgado o primeiro vídeo promocional, uma imagem promocional, história, e o mês de estreia do anime

O site oficial do projeto anime original Re:Creators divulgou nesta Quinta-feira o primeiro vídeo promocional do anime. O vídeo apresenta a staff do anime e revela que o anime vai estrear em Abril de 2017. O site também divulgou uma nova imagem promocional que você pode conferir logo abaixo.
Thumbnail

O site ofcial descreve da seguinte maneira a história:
"Os humanos criaram bastante histórias. Alegria, tristeza, raiva, emoções profundas. História que mexem com as nossas emoções e que no fascinam. Noentanto, estes são os pensamentos dos transeunte). Mas, e se as personagens na história tivenssem "intenções"? Para eles, será que somos seres pareceidos a deus por trazer a sua história para o mundo? O nosso mundo mudou. Que seja punido o reino dos deuses. Em Re:CREATORS, todos se tornam num Criador (Ctreator)."
Rei Hiroe é responsável pelo ideia original e pelos designs originais dos personagens do anime. Ei Aoki (realizador em Aldnoah.Zero e Fate/Zero) vai realizar o anime no estúdio TROYCAHiroe e Aoki colaboram juntos na composição da série.







Fonte: ANN

Drifters vai ter segunda temporada

Em dezembro do ano passado quando chegou ao fim a primeira temporada da série anime Drifters. Ao final de seu 12º episódio foi revelado que uma segunda temporada está confirmada, porém, ainda sem data de lançamento prevista.
Drifters é uma obra de Kouta Hirano (Hellsing) e conta a história do samurai Shimazu Toyohisa que lutou na batalha de Sekigahara, porém em seus últimos momentos ele é transportado a um mundo de magia junto a outros grandes guerreiros da época. Agora eles são forçados a lutar uns contra os outros em uma batalha aparentemente sem fim.

Quarta temporada do anime High School DxD vai ser produzida por outro estúdio

De acordo com o serviço de streaming Crunchyroll, a quarta temporada do anime baseado na light novel do autor Ichiei Ishibumi e do ilustrador Miyama-Zero, High School DxD,já não vai ser produzida pelo estúdio TNK, que tinha produzido as três primeiras temporadas. Agora essa responsabilidade cabe ao estúdio Passione (Rokka no Yusha e Rail Wars!). Mais detalhes sobre a nova temporada devem ser revelados em breve.
Ichiei Ishibumi Miyama-Zero lançaram o primeiro volume da obra em 2008 e a editora Kadokawa lançou o 22º volume da obra em Julho.
Tetsuya Yanagisawa foi o diretor das três temporadas anteriores no estúdio TNK (School Days, Ikkitousen: Xtreme Xecutor) , com Takao Yoshioka foi o encarregado de fazer os sripts e o designer das personagens quem fez foi Junji Goto. A primeira temporada foi exibida em 2012 e a segunda foi para o ar em 2013. A mais recente série, High School DxD BorN, foi exibida na tv japonsea entre Abril e Junho de 2015.
A obra de Ichiei Ishibumi e de Miyama-Zero conta a história de Issei Hyõdõ, um estudante do ensino secundário que é morto por uma garota no seu primeiro encontro. Então, Issei é reencarnado com um demónio pelo seu senpai Rias Gremory, que como forma de pagamento pela reencarnação, ele tem que se tornar escravo de Rias.

Minha apresentação oficial e o primeiro trailer de Code Geass: Fukkatsu no Lelouch



Olá meu nome e Fernando Antonio como todos vocês já me conhecem, entrei para este blog aqui agora definitivo depois de sofrer denuncias de violação de direitos autorais com meu blog Brasildosanimesetv que infelizmente o Google não aguentou tantas denuncias de inimigos meus na internet é terminaram excluindo e ainda suspenderam a minha conta para eu não poder recuperar o blog na lista de excluídos, eu fazia no meu postagens de notícias do mundo Otaku e Geek infelizmente só não sei fazer análises e nem impressões semanais dessas coisas que tava até treinando no meu antes dele ser excluído indevidamente,agora sou daqui e vou fazer esse lugar chegar longe entre o 10 blogs mais visitados no google, o meu com 1 ano já tava com mais de 505 mil visulizações.

Obrigado Felipe e equipe do Otaku Wolrd Land por me deixar continuar meu trabalho aqui.

Agora vejam o primeiro trailer da nova temporada de Code Geass.

Aconteceu no Japão um evento para comemorar os dez anos da franquia Code Geass, e aproveitaram para divulgar o primeiro trailer da série Code Geass: Fukkatsu no Lelouch (Code Geass: Lelouch of the Resurrection), novo anime que marca o retorno da franquia.
A história de Code Geass: Fukkatsu no Lelouch (Code Geass: Lelouch of the Resurrection) se passará após os acontecimentos do plano “Zero Requiem”.
Além da nova série anime, uma trilogia de filmes compilatórios também está prevista para 2017, trazendo novas cenas e um áudio melhorado.
Confira o primeiro trailer de Code Geass: Fukkatsu no Lelouch.




Code Geass: Lelouch of the Revival PV por pKjd

Primeiras impressões - Temporada de Janeiro/Spring 2017



Atualizado em 19/01/17

Primeiras impressões dos animes da temporada de Janeiro/2017. 

As análises serão adicionadas conforme formos assistindo. É legal comparar este guia com o post de Indicações de Animes para ver se batem com as expectativas... 

Este guia não substitui as análises semanais.

Ação/Aventura

Tales of Zestiria: The X 2º Temporada


Fonte: Mangá
Diretor: Haruo Sotozaki
Estúdio: Ufotable (Fate UBW, Kara no Kyoukai)
Episódios:13
MAL: Aqui
Trailer: PV1

Sinopse:
Segunda temporada de Tales of Zestiria

Comentários:
Em breve.


Hand Shakers

Fonte: Jogo/Original
Diretor: -
Estúdio: Go Hands (K project)
Episódios: -
MAL: Aqui
Trailer: PV1; PV2

Sinopse:
Casais de homens e mulheres que tem suas almas conectadas, o que lhes confere armamentos mágicos quando dão as mãos, lutam entre si para conseguir realizar seus desejos concedidos por uma entidade divina ao casal vencedor

 Comentários: 
Em breve.

ACCA 13

Fonte: Mangá
Diretor: Shingo natsume (One Punch Man)
Estúdio: Madhouse (OPM, No Game No Life)
Episódios: -
MAL: Aqui
Trailer: PV1; PV2

Sinopse: 
O reino de Dowa é subdividido em 13 estados, cada qual com suas agências que são controladas pela organização ACCA. Acompanharemos Jean Otis e seus agentes neste mundo estranho.

Comentários: 
Vitor Kaique
Nota: 3,5/5

Um começo um tanto promissor... Explicaram como funciona o reino e seu sistema de controle pelas agências, ainda mostraram o plot que deve ser seguido pelos próximos episódios, onde Jean deve ser acusado de cometer um incêndio já que alguém esta o observando. Só achei a animação abaixo da média, onde varias vezes é possível ver o rosto bem básico, como se não tivessem tido tempo de colocar os detalhes no quadro.

Youjo Senki

Fonte: Light Novel
Diretor: Yutaka Uemura
Estúdio: NUT
Episódios: -
MAL: Aqui
Trailer: PV1

Sinopse:
Tanya Degurechaff é uma menina de cabelo loiro, olhos azuis e pele branca que comando um exercito sozinha. Contudo, ela na verdade é um homem que, após brigar com um "Deus" acaba sendo reencarnado neste corpo.

Comentários:
Vitor Kaique
Nota: 3,25/5

O enredo tem tudo para dar certo, mas teremos de esperar uns 3 episódios pra ver se engrena. Simplesmente nos colocaram no meio de uma guerra com meia dúzia de pessoas voando e destruindo tudo com magia, sem explicar nada. E no final nos mostram qual é a verdadeira personalidade da principal. Aguardarei mais algumas semanas pra ver se valerá a pena assistir.


Rewrite 2

Fonte: Visual Novel
Diretor: Tensho (Grisaia)
Estúdio: 8-Bit 9 (Grisaia)
Episódios: 12
MAL: Aqui
Trailer: PV1

Sinopse:
Segunda temporada de Rewrite


Comentários:
Em breve.









Ao no Exorcist 2: Kyoto Fujouou-hen

Fonte: Mangá
Diretor: Kouichi Hatsumi (Deadman Wonderland)
Estúdio: A1-Pictures (SAO, Shigatsu, Fairy Tail, Magi)
Episódios: 12
MAL: Aqui
Trailer: PV1;

Sinopse:
Continuação do anime adaptando o arco Impure King


Comentários:

Vitor Kaique
Nota: 3,5/5
Inicio OK, a qualidade continua a mesma da S1 mas nada que empolgue ou te deixe apreensivo para o próximo episódio. Continuaram o anime depois do acidente da floresta, mas para quem não viu a primeira temporada ou não se lembra, colocaram uns flashbacks da batalha para entendermos o episódio. Uma pena utilizarem o clichê padrão de shounens que é das pessoas tendo medo do protagonista por conta de seu passado ou ascendência familiar, mesmo que as chamas do protagonista possam matar. É compreensível alguns se afastarem mas todos não pois o conhecem, estudaram com ele... Pelo menos parece que neste começo irão focar no irmão trabalhando o psicológico de Yukio (irmão).



Chain Chronicles

Fonte: Game de RPG
Diretor: Masashi Kudo
Estúdio: Telecom Animation Film e Graplinica
Episódios: 12
MAL: Aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
História medieval com um grupo de pessoas tentando salvar o mundo.


Comentários: 
Em breve.

Sword Art Online: Ordinal Scale (Filme)

Fonte: Light Novel/Original
Diretor: Tomohito Ito (BokuMachi, SAO)
Estúdio: A1-Pictures (SAO, Shigatsu)
Episódios: Filme
MAL: Aqui
Trailer: PV1; PV2

Sinopse: 
Kirito, asuna e sua turma começam a jogar o Ordinal Scale, um ARMMORPG deseolvido exclusivamente para o Augma, aparelho de realidade aumentada. No entanto, as coisas começam a ficar estranhas quando encontram uma IA e o segundo player mais forte do jogo.

Comentários: 
Em breve.

Ação/ Aventura Ecchi

Akiba Strip The Animation

Fonte: Jogo
Diretor: Hiroshi Ikehada
Estúdio: Gonzo (Rosario to Vampire)
Episódios: -
MAL: Aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Um garoto acaba se transformando em vampiro após ser atacado por um. Agora, ele junto de uma garoto irão combater estas aberrações e descobrir sua origem, mas para isto eles tem que expo-los ao sol, mas como? Deixando-os pelados... 
Comentários:  
Vitor Kaique
Nota: 3,0/5

Como já era de se esperar, foi uma estréia bem estranha mas conseguiu agradar. Se só não pode levar muito a sério, já que despir vampiros para mata-los não faz muito sentido. Contudo, a animação deixou um pouco a desejar, principalmente nas cenas de ação onde até os menos atentos perceberão, e os protagonistas ainda não deram um real significado para nos cativar. Como observação, não é porque uma obra é ecchi sem noção que não deve ter qualidade na animação, temos os exemplos de Souma e Keijo!! que foram bem animados e divertidos de se assistir.



Comédia


Kono Subarashi Sekai 2º Temporada
Fonte: Light Novel
Diretor: Takaomi Kanasaki (KonoSuba S1, Kore Wa)
Estúdio: Deen (KonoSuba S1, Kore Wa Zombie)
Episódios: -
MAL: Aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Segunda temporada de Kono Subarashi.


Comentários: 
Vitor Kaique
Nota: 4,5/5
A volta de KonoSuba foi extremamente bizarra e divertida, nem Star Wars conseguiu escapar. A comédia continua funcionando, mesmo que utiliza da mesma formula da S1 (protagonista levando a pior), quando você acha que será uma cena séria, eles conseguem colocar uma piada... As protagonista continuam divertidas, principalmente Acqua com seu jeito meio lerda. Só não dou 5 por conta de não ter gostado dos traço dos personagens, não que tenha piorado, mas tentaram dar um tom mais engraçados nas cenas cômicas, arredondando as faces dos mesmo, preferia o traço da S1.

 
 Gabriel Dropout

 Fonte: Mangá
Diretor: Masahito Otha
Estúdio: DogaKobo
Episódios: -
MAL: Aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Gabriel, chefe dos anjos, desceu a Terra coma a missão de monitorar e ajudar os humanos. No entanto, ele acabou se acostumando com os vícios do planeta, ficando preguiçoso e viciada em games onlines. Acompanharemos Gabriel em sua vida cotidiana.


Comentários: 
Em breve.



Fuuka

Fonte: Mangá
Diretor: Keizo Kusakawa
Estúdio: Diomedea
Episódios: -
MAL: Aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
 Ao caminhar pelas ruas da cidade, Yuu Haruna acaba se chocando com Fuuka Akitsuki. Os começam a conversar até que se juntam e decidem começar uma banda. O projeto anda bem e mais gente se junta até que algo inesperado acontece.

Comentários: 
Vitor Kaique
Nota: 3,5/5
Fuuka começou um pouco lento mas melhorou após inserir de vez a protagonista na história, principalmente após ver o segundo episódio que fugiu um pouco dos clichês de garotas irritadinhas, mostrando seu carisma mas que também é uma garota de atitude. Por outro lado, o protagonista passa mais como uma suporte a ela, ficando sempre atrás, falta muito para que nos importemos com ele. O máximo que ele fez foi brigar com suas irmãs. Deve haver mais pra frente um triangulo amoroso, pois a cantora apresentada no sgundo episódio é perdidamente apaixonada por Yuu. Se a história for boa e o romance se concretizar podemos nos surpreender no final. Caso contrário, apenas os que gostam de obras com romance leve deverá gostar. Uma observação, consegui lembrar um pouco da época de escola em que tinha vergonha de falar com garotas... kkk

Masamune-kun no Revenge

Fonte: Mangá
Diretor: Minato Mirai (Fate Illya)
Estúdio: Silver Link (Baka no Test)
Episódios: -
MAL: Aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Após ser rejeitado pela garota que tanto amava quando criança porque ele era gordo, Masamune começa a malhar e se cuidar pensando em sua vingança. Após alguns anos, ele esta incrivelmente bonito, com boas notas e ótimo em esportes. Quando ele encontra Aki novamente, ele esta pronto para colocar seu plano em ação.

Comentários:
Vitor Kaique
Nota: 3,5/5
A protagonista é meio inútil, humilha só por humilhar, e as situações cômicas que ela passam não ajuda muito, principalmente se ficarmos só no fato de ela ser uma cavala pra comer. Típica personagem que deva ter algum trauma na infância para agir desta maneira. Por outro lado, o protagonista foge dos padrões por ser popular por esforço e dedicação, e não por simples mágica, além de não ser convencido. Juntando isto a uma comédia leve e uma boa trilha sonóra, temos uma anime agradável de se assistir.

Drama

Kuzu no Honkai

Fonte: Mangá
Diretor: Masaomi Ando
Estúdio: Lerche (Monster Masume, Bahamut)
Episódios: 12
MAL: Aqui
Trailer: PV1

Sinopse: 
Casal de alunos de um colégio que são considerados perfeitos, mas na verdade só estão juntos tentando consolar seus corações, já que ambos gostam de seus professores mas que não são correspondidos. Eles passam o dia juntos tentando preencher este vazio, mas será que isto irá ser pra sempre?

Comentários: 
Em breve.
 


Log de edições:
17/01 - Adicionado impressão de ACCA 13;

19/01 - Adicionado impressão de Youjo Senki.
 
*****
Deixe seu comentário e não esqueça de curtir o OWL no Facebook e de nos seguir no