Ai Takabe: Acusações contra a seiyuu são retiradas

Dubladora e idol Ai Takabe foi acusada e detida em Novembro após a polícia japonesa encontrar certas quantidades de drogas em seus pertences.

Ai Takabe acusada novamente de posse de drogas
O Ministério Público japonês revelou que retirou as acusações e decidiu por não julgar a
seiyuu Ai Takabe (nome verdadeiro Ai Nakayama), presa no ano passado sob a acusação de posse de drogas e violação da Lei de Controle de Entorpecentes e Psicotrópicos, após considerar várias circunstâncias que incluíram a pequena quantidade de cocaína na sua posse e as sanções sociais que ela já recebeu.
Ai Takabe foi inicialmente presa a 15 de Outubro por posse de cocaína resultante de uma busca aos seus pertences pessoais. Mais tarde exames comprovaram que ela consumia a droga contrariando a versão da idol que afirmava que as drogas não eram dela e que foram lá deixadas por um amigo. Em seguida, a seiyuu teve novas acusações sobre porte de drogas, que pioraram a situação dela.

ai takabe
Na época, segundo a Tokyo Sports, uma fonte próxima da polícia afirmou “Numa busca aos seus pertences pessoais em casa foi encontrada cocaína e outras drogas psicotrópicas. Ela está atualmente detida, enquanto aguarda julgamento”. Embora isto já não acontecerá mais, a seiyuu agora terá muita dificuldade em retomar a sua carreira, já que, imediatamente ao ser detida e, atendendo que a reputação é extremamente importante na cultura japonesa a sua agência, a Oscar Promotion, emitiu comunicado onde afirmou o seu cancelamento de seu contrato com a Idol.
Takabe fez sua estréia como seiyuu dando voz a personagem Fumi Manjoume em Aoi Hana (2009). Ela também dublou Maiko em Hourou Musuko (2011)SP em Sacred Seven (2011)Agiri Goshiki em Kill Me Baby (2012), entre outras. Ela também já havia atuado em série de live-action de televisão nas emissoras TV Asahi e Fuji TV.
Ai takabe - photo 1
Outras empresas de mídia do Japão e pelo mundo, retiraram o nome da seiyuu de seus catálogos em diversos trabalhos realizados por ela. O canal japonês TBS, que transmitiu e detém os direitos da série em anime Kill me Baby, assim que soube da prisão de Takabe, retirou imediatamente o nome dela da lista.
No entanto, no on-demand da Amazon Japan, que é oferecida em parceria com a TBS, o nome da Seiyuu ainda estava listada nos 13 episódios do anime, mas cada um deles esta marcado como “indisponível” com a única explicação sendo “Em conformidade com o acordo com o detentor dos direitos, [este episódio] não está disponível.”
Amazon - Kill me Baby indisponivel
Para além de trabalhos como Idol nas Bishōjo Club 31, Ai Takabe também emprestou a sua voz a várias personagens de animes: Fumi Manjoume em Aoi Hana (2009), Maiko em Hourou Musuko (2011), SP em Sacred Seven (2011) e Agiri Goshiki em Kill Me Baby (2012).
Todos sabemos que os japoneses levam muito a sério a reputação, a sua agência já revelou quecancelou o contrato com a Idol e vários serviços de streaming japoneses removeram do seu catálogo os animes onde ela participou. Muito provavelmente Ai Takabe nunca mais vai poder participar em obras anime.
Sei que vai parecer um papo velho e que todos ja ouviram por aqui ou em sua vida, pode até parecer papo de velho, mas é verdade, drogas acabam com as pessoas, as afastam dos amigos, da família, do trabalho, pode terminar em perdas irreparáveis e, triste mas verdade, pode dar fim ao próprio usuário. Talvez a mais simples coisa que podemos dizer aqui é: Não usem drogas! 😉
Qualquer novidade sobre o assunto, nossa central de animes irá trazer aqui!
Fonte: Yaraon!
  • E ai, o que acha? Compartilhe com os amigos e deixe seu comentário aqui pra gente!

Apreciador da cultura japonesa,de animes,mangas,livros,filmes,e series.
Sou o God do Blogg Otaku Wolrd Land,e seu redator principal. Atualmente um estudante de farmácia . 

compatilhe

Postagens Relacionadas

Postagem Anterior
« Postagem Anterior
Postagem Anterior
Postagem Anterior»