Boku dake ga Inai Machi - Analise Final Ep.12


É o fim, ao longo de 12 semanas acompanhamos o anime de Boku Dake ga Inai Machi. Então, vamos ao review e saber quais impressões o anime vai nos deixar!


E não é que terminou melhor do que eu esperava?  Com todo rush que estavam fazendo em relação ao mangá, estava complicado aceitar que esse anime iria terminar direito. Mas não é que conseguiram?

Quer dizer, não que não tenhamos problemas, como aquele poder do protagonista nunca explicado ou aprofundado, que desapareceu de uma hora para outra. O aspecto sobrenatural de BokuMachi é seu maior problema ao meu ver, por ser completamente jogado na história.

Satoru enfrentou seu inimigo pela última vez nesta semana, Erased , em um episódio que terminou a série com tanta graça como você poderia esperar. Certamente não foi um episódio perfeito, e não um que poderia se comparar com primeiros picos do show, mas considerando como a trama serial killer tem jogado fora, este foi provavelmente o melhor
resultado possível. E havia muitos momentos finas espalhadas por toda parte, oferecendo pequenas sendoffs a uma variedade de tópicos temáticos da mostra.
O momento que esperávamos, chegamos ao ultimo episódio de Boku dake ga Inai Machi e com isso aquela sensação de despedida começa. Os animes que tanto gostamos ou tivemos o mínimo de curiosidade, agora, será definido se sentiremos saudades ou não, animes que aprendemos a amar ou odiar(essa temporada tiveram vários) também chegam ao fim nesta semana.

Partindo de onde terminou no episódio anterior, Satoru recupera a memória, mas o criminoso está prestes a eliminar Satoru de uma vez por todas. Toda a explicação é focada apenas na relação Yashiro e Satoru, as motivações do assassino ficam de lado, a desculpa perfeita para a novel inspirada apenas na história dele ser publicada.
Grande parte da  temática foi obtido fora do caminho logo no início, como o anime rapidamente revelou que era conectar-se com o filho de Hinazuki que restaurou as memórias de Satoru. Seguindo essa cena, K'ênia e Hiromi reuniu-se com ele, a fim de sondar suas memórias, bem como, pedindo-lhe para deixá-los contribuir para o seu esquema final. "Você foi o nosso herói volta, então, Satoru", disse Kenya, sublinhando um refrão que Satoru foi agarrado a todo o tempo.Mas a tentativa de ir sozinho como um herói era o que resultou em fracasso de Satoru há quinze anos, e assim por Kenya acaba de adicionar o fundamental "você acreditou em mim e então me contou a verdade. É por isso que eu acreditei em você "Alone(sozinho), Satoru tem um poder muito limitado.; mas se ele está disposto a confiar em seus amigos, ele pode realizar grandes coisas.
Que levou para o grande confronto com Yashiro, que foi definitivamente muito menos eficaz. Ficou claro que Satoru tinha algum tipo de plano para enganar seu ex-professor, mas seu discurso sobre a vida de Yashiro estar vazia sem Satoru lá para espionar senti como um pouco  de psicologização absurda. Yashiro sempre foi uma caricatura, e tendo Satoru corretamente fixá-lo como o tipo de vilão de estilo Joker que só se sente completa com um herói para caçar, até o ponto em que ele quase virou-se para fora do telhado no meio do seu discurso,para então Yashiro iria salvá-lo, senti como outro mergulho em excessos silliest neste anime. Eu poderia talvez ver uma discussão de como isso está se estendendo "acreditar nas pessoas" é o tema do show para Yashiro precisando de alguém que compreendeu o real dele, mas tudo saiu como bastante ridículo.
Por outro lado, pelo menos esta escolha de final deu alguma desculpa para Yashiro não matar Satoru em qualquer ponto ao longo desses quinze anos. E no final, este episódio só foi nunca vai ser tão graciosa - Erased material de história atmosférica e humana 's sempre foi muito mais impressionante construída de seus bits de suspense, mas o vilão maluco, obviamente, tinha necessidade de sair do estágio de alguma forma. E assim por Satoru voluntariamente cai do telhado, tendo aparentemente previu cada passo do plano de seu professor para matá-lo, e seu assassino-alma gêmea Yashiro fica a carta fora pela polícia.
ato final do episódio foi um bom retorno para o material do anime lida melhor. Satoru articulado mais diretamente a importância que ele coloca em acreditar nas pessoas e o valor da "cidade sem ele" abster-se, em seguida, temos de ver todo o elenco de alguns anos abaixo da estrada, recuperação e partilha de bebidas e geralmente apreciando a sua vida não sendo assassinado. Eu sinceramente acho que a vez de Satoru de ser quase morto devido à sua própria heroísmo equivocada (o fim do episódio dez) a reconhecer a necessidade de abraçar aqueles que acreditam em você (o início do episódio doze) não foi articulada bem o suficiente para realmente ganhar o seu discursos finais, mas as notas do show foi atingindo por aqui, pelo menos fazia sentido para a história sendo contada. E muito últimas cenas do episódio foram muito bonito, recordando as paisagens nevadas, que inicialmente fez o anme tão convincente.


O destaque do episódio final vai para o “felizes para sempre” dos outros personagens e claro ele mesmo, Satoru conseguindo concretizar seu sonho de ser um mangaká de sucesso, seguindo bem sua vida e no momento que sentíamos falta dela. A aparição de Airi, dentre todos os momentos, foi o que realmente mexeu comigo, foi no momento certo.
O tesouro dele, alegria de ter as memórias preenchendo o espaço vazio ao longo desses anos perdidos, durante as idas e vindas, garantindo que ele não se sinta sozinho. E o momento forte do anime, saber que Airi está ao lado dele, não que garanta um romance entre os dois, mas saber que eles possam compartilhar a companhia um do outro, a certeza que ela está bem, foi o que me alegrou neste final, qual será a história dela, nesta versão do presente?
Boku dake foto
Um final que realmente me agradou, mas por outro lado, ainda acho que poderia ter sido maior, com relação ao assassino só não sei dizer como.
Satoru é o tipo de herói que todos se espelham, pelo menos um pouco na sua vida, ele sempre procurou ajudar as pessoas sem esperar nada em troca em busca de justiça para seus amigos, talvez seja algo que possamos aprender com ele, certo?
Neste momento, não posso deixar de comentar que o anime é bem menos explicativo que o mangá, na ultima semana, mastiguei os capítulos e logo no inicio temos várias diferenças que completam o anime.
Mais bem e com tudo isso explicado ele foi bem sucedido em sua vida de mangaká e só falta oque muitos como eu,estavam ansiosos para ver.Ele iria encontrar a Airi?
Boku dake Airi
Estava ficando sem esperanças mais eis que no final ela surge,para o alivio de muitos.Algo vai se desenvolver a partir dai?Talvez bem não teve bem um desenvolvimento romantico mas ele pareceu gostar dela afinal.Mas ai ficou aquele final meio aberto a sua imaginação.Oque é legal mais não me agrada muito pois prefiro fechamentos mais completos.Mas faz sentido pois o autor voltara com a obra em julho com o spin-off "BomkuMachi Gaiden" contando historias do passado e do futuro ( finalmente verei o satoru e airi juntos!)
Para você, falando apenas do anime, quais foram suas impressões sobre Boku dake ga Inai Machi, esse vai deixar saudades ou não?
No geral, Eraseds definitivamente não é tão bom quanto o show poderia ter sido, mas ainda é um anime muito razoável. Havia certamente colinas e vales ao longo - os quatro primeiros episódios foram fantástico, enquanto o retorno no meio da temporada para o presente e suspense travessuras perto do fim foram bastante lamentável. O anime não precisava seus olhos vermelhos brilhantes, e certamente não precisava de seus discursos vilão. Mas seus pontos fortes estéticas não pode ser negado, e no seu melhor, o show tirou alguns momentos humanos que afetam verdadeiramente. Estou um pouco triste não era melhor, mas isso é só porque muitas vezes demonstrado uma capacidade de ser extraordinariamente bom.

Extras:
Essa mulher merece seu espaço aqui ela sem duvidas ganhou o premio mãe do ano,alem de ser um monstro caramba chega ate a assustar.


Essa cara do satoru ja diz tudo foi muito epica essa cena.


Apreciador da cultura japonesa,de animes,mangas,livros,filmes,e series.
Sou o God do Blogg Otaku Wolrd Land,e seu redator principal. Atualmente um estudante de farmácia . 

compatilhe

Postagens Relacionadas

Postagem Anterior
« Postagem Anterior
Postagem Anterior
Postagem Anterior»